Como ser um Gestor de TI eficiente? Descubra aqui!

Gestor de TI eficiente

 

À medida que o gestor de TI assumiu um papel de destaque na estratégia empresarial, também cresceu sobre ele o grau de cobrança e a expectativa. Muito além de liderar o time que ampara a operação por meio da tecnologia, agora esse profissional tem a responsabilidade de sentar à mesa de decisões e propor soluções disruptivas e inovadoras.

O equilíbrio entre lidar com novas aplicações, traçar estratégias, gerir projetos e manter uma equipe produtiva faz com que o executivo responsável pelo departamento de TI busque sempre estar atualizado e disposto a quebrar paradigmas e surpreender.

Se transformar no gestor de TI que o mercado busca não é resultado da simples vontade. É preciso olhar para a função com novos olhares, estar antenado às tendências e, sobretudo, estar disposto a ter uma nova postura. Inevitavelmente, requer a desconstrução do que até então era entendido como eficaz.

Você é líder de tecnologia e está buscando se adaptar a esta nova realidade? Eis a reflexão que trazemos neste artigo. Continue lendo, para entender o que você pode fazer para ser um gestor de TI diferenciado e eficiente!

7 dicas para você se tornar um gestor de TI de alto nível

Do entendimento profundo do negócio à criação de parcerias produtivas — passando por visão estratégica, liderança e capacidade de negociação —, veja algumas dicas para elevar sua eficiência como gestor de tecnologia:

1. Entenda do seu negócio

Não há mais espaço para o executivo de TI que só domina a técnica. Como agora a tecnologia não é mais vista como mero suporte, é preciso que você conheça profundamente o modelo de negócio da sua empresa. Conheça as demandas de serviços dos diversos departamentos e busque se aproximar dos demais líderes para entender de que forma a TI pode ajudá-los a melhorar seus resultados.

Com isso, é possível compreender melhor os desafios da operação e também os objetivos estratégicos para, de uma forma mais orgânica e sustentável, elevar sua atuação analítica e consultiva sobre o negócio.

2. Amplie sua visão estratégica

Como hoje as empresas esperam do gestor de TI mais capacidade de otimizar processos e propor soluções, é muito importante que você saiba trabalhar com indicadores e métricas. Logo, ter uma visão estratégica, que contemple também objetivos de médio e longo prazos, é fundamental.

Em outras palavras, é importante:

  • Saber analisar o ciclo de vida da informação;
  • Gerenciar projetos utilizando métodos inovadores;
  • Visualizar facilmente como as ferramentas disponíveis podem contribuir para o crescimento do negócio etc.

A visão estratégica, ao contrário do que possa parecer, é bem mais do que ter uma boa intuição; é, também, saber usar os recursos disponíveis para testar ideias e colocar descobertas em prática.

3. Use as ferramentas com inteligência

A gama de soluções e serviços de tecnologia disponíveis no mercado não para de crescer, pois a computação em nuvem reduziu significativamente os custos. Então, não basta ter boas ferramentas em mãos: é preciso utilizá-las de maneira inteligente.

Hoje, as empresas esperam mais do que a parametrização de funcionalidades que ajudam a extrair relatórios gerenciais. Assim, é essencial que você consiga cruzar informações e analisá-las com rapidez. Também é importante “traduzir” os dados, para que os executivos de negócios não percam muito tempo tentando decifrá-los.

Um exemplo? Tão importante quanto disponibilizar um CRM (Customer Relationship Management) ou um BI (Business Intelligence​) para a alta hierarquia, é desenhar um dashboard que sintetize padrões e demonstre graficamente as informações extraídas dos dados!

4. Monte um time de ouro

Alta performance. É isso que você deve conseguir da sua equipe. Para isso, é claro, é importante recrutar profissionais experientes e ajudá-los a entender sua importância dentro da realidade do negócio.

Dessa forma, capacitação, engajamento e motivação são tão ou mais importantes do que certificações e conhecimentos técnicos. É interessante dar liberdade para que as pessoas tragam ideias e proponham mudanças em processos e rotinas operacionais.

Certifique-se de que o seu time está preparado para:

  • Antecipar e prevenir problemas;
  • Possuir capacidade de autogerenciamento;
  • Não resistir às mudanças;
  • Ter uma produtividade acima da média.

5. Refine sua liderança

Acabou a era do chefe de TI. Agora é a vez do driver, aquele que conduz e conquista pelo exemplo, pela empatia. Sua equipe merece um líder engajador e motivador, que a conduza a uma atuação de resultados acima da média.

Proporcione aos profissionais que você lidera as ferramentas necessárias para que eles executem um bom trabalho e crie meios de cobrar resultados sem ser autoritário ou desmotivador. Reconheça que delegar é melhor do que mandar. Trabalhe para que o seu time se sinta inspirado a fazer diferente, realizar mais e com qualidade superior.

6. Torne-se um bom negociador

Como um gestor de TI voltado para a estratégia, você também necessita expandir suas capacidades de negociação. Da definição de prazos e orçamentos em projetos à aquisição de produtos e serviços de terceiros, saber negociar não é um diferencial. É o que o mundo corporativo espera de você.

E, como poder de negociação, entenda também a flexibilidade para ceder a algumas exigências e ganhar pontos com as demais áreas dentro da empresa.

Muitas vezes, é interessante realizar mais do que o estabelecido como “obrigação”, pois, no momento em que você precisar, as pessoas se lembrarão do seu gesto.

7. Busque parceiros que ajudem você a inovar

Por fim, um bom gestor de TI deve ter boa capacidade para encontrar bons parceiros profissionais e estabelecer com eles uma relação proveitosa.

Perceba que não estamos falando aqui apenas sobre contratar excelentes fornecedores externos para entregar recursos e soluções inovadoras, mas também sobre se aproximar de empresas parceiras para realizar benchmarking e intercambiar conhecimento — quem não é concorrente é um excelente candidato para se tornar colaborador.

Colaboração: eis aqui a palavra que melhor define os negócios atualmente e, ao que tudo indica, será uma prática cada vez mais necessária. Ou seja, quanto mais você colaborar e receber auxílios, melhor será a sua performance, mais inovadora será a sua gestão e melhores serão os seus resultados!

Gostou das nossas dicas? Conte-, nos comentários, quantas delas você já coloca em prática, para ser cada dia mais um gestor de TI de sucesso!

Postado em Gerenciamento de Equipe e tag: .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *