Diários Associados

Cases


Case de Sucesso – Diários Associados

O Artia permitiu a criação de padrões para as equipes utilizarem a ferramenta, o que reduziu as deficiências de comunicação e processos.

Adriano Guido – Coordenador de Projetos

Sobre a Empresa

Os Diários Associados formam o terceiro maior conglomerado de empresas de mídia do Brasil. Fundada por Assis Chateubriand em 1924, a associação nasceu com o objetivo de integrar o país por meio de uma imprensa moderna e profissional.

Hoje, a corporação está presente em vários Estados e no Distrito Federal. Formam o portfólio da empresa 10 emissoras de TV, 13 sites noticiosos e portais, 13 jornais, 12 rádios e 5 revistas. Além de impressos, emissoras e sites. O DA tem uma fundação e outras 6 empresas, como teatro e produtora de vídeo.

O Desafio de Negócio

Administrar uma empresa de comunicação, em que as demandas são sempre urgentes, necessita de um controle muito grande, para que o trabalho de desenvolvimento esteja sempre organizado e otimizado. Antes de adotar o Artia, os Diários Associados utilizavam um gerenciador de projetos que não atendia aos principais desafios da empresa.

“Uma das grandes dificuldades encontradas antes de utilizar o Artia era o processo de criação de projetos e suas tarefas”, diz o coordenador de projetos, Adriano Guido. Entre as ações, estavam a definição de cronogramas e acompanhamento de execução das tarefas para as equipes e acompanhamento dos projetos para os gestores dos setores e entre setores.

Além disso, “a organização não possuí uma equipe uniforme com conhecimentos sobre gerenciamento de projetos e boas práticas que possam ser aplicadas”. Para que sejam aplicadas foi criado padrões para as equipes utilizarem a ferramenta melhorando dessa forma algumas deficiências.

Solução

Diante desse cenário, os Diários Associados pesquisaram no mercado ferramentas que atendessem às suas necessidades e que pudessem se tornar um padrão na empresa. Os atributos procurados eram: colaboratividade, sistema de ticket, ferramenta de alocação, portfólio de projetos, gestão de recursos, possibilidade de anexar documentos e analisar por meio de gráficos e aplicações web.

Segundo Adriano Guido, o Artia permitiu a criação de padrões para as equipes utilizarem a ferramenta, o que reduziu as deficiências de comunicação e processos. Outro ponto importante que ajudou na adaptação do time ao Artia foram os treinamentos realizados com as equipes.

Para Adriano Guido e Leonardo Dornellas (coordenador desenvolvimento web) “A organização do Artia se mostrou uma ferramenta de muita ajuda e apoio”, tornando-se o guia para os trabalhos a serem executados pelos colaboradores e acompanhamento para os gestores principalmente na área de TI.

O Artia facilitou também a visualização da alocação das equipes responsáveis por cada atividade, o que otimizou o planejamento de diversos projetos.

Outro benefício interessante do Artia, foi a identificação da necessidade da evolução de vários processos internos da equipe. A ferramenta de gerenciamento melhorou os processos de forma geral. Foi possível perceber uma evolução nas áreas que utilizaram a implantação da ferramenta, na produtividade, execução das atividades relacionadas aos projetos e seu acompanhamento.

Para Guido, a ferramenta de gerenciamento é “recomendada em uma organização”. Para ele, o Artia permite melhor integração entre os departamentos, acompanha atividades e projetos, administra recursos e gera documentação. Além desses recursos, o Artia fez com que os envolvidos em determinada tarefa se comprometessem bem mais com o processo.