Agora vai! 10 melhores dicas para seu planejamento estratégico dar certo de verdade

Agora vai! 7 dicas para seu planejamento estratégico 2021 dar certo de verdade

Com o final do ano se aproximando, muitas empresas começam a elaborar seus objetivos e planos para o próximo. Apesar de ser um processo complexo, definir o planejamento estratégico é extremamente importante para o futuro das empresas, afinal, é a partir dele que as próximas iniciativas serão planejadas e executadas.

Se você está sem tempo, as nossas dicas são estas:

  1. Avalie o ambiente interno e externo da empresa;
  2. Limite o tempo a ser investido no planejamento;
  3. Envolva as pessoas certas e incentive o trabalho em equipe;
  4. Certifique-se de que não haverá falhas na comunicação;
  5. Utilize uma ferramenta de timesheet;
  6. Gerencie as iniciativas estratégicas com uma ferramenta adequada;
  7. Atualize o planejamento estratégico de tempos em tempos;
  8. Leve em conta a permanência do trabalho remoto;
  9. Faça uma estratégia ágil;
  10. Não fique para trás na transformação digital.

Se você precisa de ajuda para organizar o seu planejamento estratégico 2022, acompanhe a leitura e confira, em detalhes, as nossas 10 dicas para transformar o futuro da sua empresa!

1. Use SWOT para avaliar a situação da empresa

Antes de conceber uma estratégia para o futuro, primeiro é preciso saber como você está o presente, e a análise SWOT é o ponto de partida para qualquer que seja o seu destino.

O que é SWOT?

A matriz SWOT é uma ferramenta que serve para examinar a situação interna e externa da empresa, o objetivo é identificar pontos positivos e negativos e melhorar o desempenho. A sigla SWOT em português é FOFA, veja a imagem abaixo:

Matriz SWOT

Vamos entender o que significa cada uma dessas palavras?

Forças

As forças de uma empresa são as vantagens que ela possui sobre os concorrentes, esse é um fator interno. Pode ser uma gestão eficiente, um produto de qualidade inigualável etc.

Oportunidades

As oportunidades são fatores externos que a sua empresa pode aproveitar para benefício próprio. Pode ser uma data, um evento, algum conhecimento exclusivo etc.

Fraquezas

As fraquezas são fatores internos que deixam a sua empresa em desvantagem, como custo de operação, falta de know-how etc.

Ameaças

As ameaças são fatores externos que prejudicam a organização, desde um resfriamento no mercado, até problemas muito mais graves, como crises econômicas.

Depois de conhecer melhor cada fator, que tal um passo a passo prático?

Matriz SWOT na prática

  1. Utilize a análise SWOT para descobrir as forças e fraquezas do ambiente interno, e as oportunidades e ameaças para analisar o ambiente externo.
  2. Reúna uma equipe multidisciplinar e capacitada para que, juntos, todos possam contribuir com seu conhecimento para gerar uma análise completa.
  3. Com os dados em mãos, inclua no seu planejamento estratégico ações para minimizar as ameaças, aproveitar as oportunidades do mercado, potencializar as forças internas e acabar com as fraquezas.

Para facilitar seu entendimento, imagine que você tem uma empresa de artigos esportivos e o país em que ela atua está se preparando para receber os jogos olímpicos. Esse evento abrirá espaço para que a sua empresa possa atingir mais pessoas, tornando-se uma oportunidade de mercado.

Porém, se for anunciado que uma concorrente está expandindo e chegando no lugar onde você domina, surge uma ameaça, já que ela irá competir pelos seus clientes. Ter conhecimento dessas tendências do mercado e saber lidar com elas é vital no planejamento estratégico.

2. Limite o tempo a ser investido no planejamento

Investir tempo no planejamento estratégico é importante, mas deve-se tomar cuidado para não gastar mais tempo planejando do que executando. Não se apegue à ideia de que irá planejar tudo detalhadamente logo no início, ou a execução do seu plano acabará nem acontecendo em tempo.

Estipule uma data limite para cada atividade. Por exemplo, se for feita uma reunião por semana a respeito do planejamento estratégico, é interessante estabelecer um limite de duração para ela.

3. Envolva as pessoas certas e incentive o trabalho em equipe

As pessoas são o principal recurso de uma organização. São elas que acreditam nas ideias para o futuro, colocam a mão na massa e fazem acontecer. Sem envolvê-las no planejamento estratégico, é muito difícil que depois elas se mobilizem para executá-lo.

Reúna especialistas de várias áreas do seu negócio para contribuir com o planejamento estratégico de maneira colaborativa. Isso cria um senso de responsabilidade sobre os resultados e agiliza o processo de execução, afinal, os colaboradores já terão mais familiaridade com o planejamento.

4. Certifique-se de que não haverá falhas na comunicação

É importante manter a comunicação transparente no planejamento estratégico, tanto quanto nos projetos. Promova eventos internos para manter os colaboradores alinhadossobre o que está acontecendo, e reuniões para análise de indicadores e atualizações. Outra medida é através de softwares de gestão de projetos que possibilitam uma comunicação automatizada e visual.

Em tempos de home office, softwares e vídeo chamadas, são fundamentais para garantir o sucesso da empresa! Caso queira melhorar a comunicação do time durante a execução de projetos, nós já fizemos um post completo sobre plano de comunicação em projetos, para você ler depois!

5. Utilize uma ferramenta de timesheet

Se existe uma dificuldade para saber quem da equipe poderá trabalhar em qual período, você precisa implantar uma ferramenta de timesheet, uma ferramenta para saber a média de horas gastas em cada tipo de atividade. Ela é bastante popular no gerenciamento de projetos e em ambientes de trabalho remoto. Veja um exemplo na imagem abaixo:

Timesheet

Nesse tipo de ferramenta, é possível visualizar em quais atividades as pessoas estão gastando seu tempo, além disso, cada um é responsável por apontar as horas gastas nas atividades em que trabalhou. Assim, é possível entender mais sobre a rotina deles e distribuir melhor o trabalho entre o time.

6. Gerencie as iniciativas estratégicas com uma ferramenta adequada

As ações feitas para atingir os objetivos de um planejamento estratégico podem ser conduzidas em forma de projeto. Para isso, existem os softwares de gerenciamento de projetos.

Com eles, é possível monitorar o cumprimento das atividades, dos prazos e do cronograma, verificar o consumo dos recursos, organizar o fluxo de trabalho e ainda ter visão do portfólio de projetos, que reúne todos os projetos em andamento em uma visão única. Ferramentas como o Artia já possuem uma ferramenta de timesheet integrada, anulando a necessidade de usar softwares complementares.

7. Atualize o planejamento estratégico de tempos em tempos

O planejamento estratégico é como um GPS que guia a empresa do ponto atual até o destino. Porém, mesmo quando utilizamos um GPS, pode haver imprevistos no meio do caminho, isso pode acontecer também no planejamento estratégico.

Por isso, nossa dica é que você valide as iniciativas novamente antes de colocá-las em prática, se certificando de que elas ainda estão coerentes com o que a empresa deseja alcançar. Além disso, fique atento a novas possibilidades, já que o GPS nem sempre mostra todos os caminhos.

8. Leve em conta a permanência do trabalho remoto

Um levantamento realizado pela USP (Universidade de São Paulo) e a FIA (Fundação Instituto de Administração) mostrou que 73% das pessoas estão satisfeitas com o home office e 78% pretendem manter essa forma de trabalho, mesmo após a pandemia.

Portanto, não deixe de levar em conta a permanência do trabalho remoto no seu planejamento estratégico, pois o fim da pandemia não será o fim dele.

Especialistas recomendam investir em ferramentas que ajudam a fazer a gestão de equipes em home office, adotar uma postura mais próxima da equipe(com feedbacks mais frequentes), salas virtuais e outras ações para manter a proximidade e simular uma experiência escritório em um ambiente virtual.

9. Faça uma estratégia ágil

Se tem algo que este ano mostrou, é que imprevistos acontecem. É muito provável que a sua estratégia para 2021 (que você montou lá no final de 2020) tenha sofrido alterações devido aos acontecimentos do ano, não é mesmo?

Portanto, para 2022, crie uma estratégia que seja ágil, ou seja, que se adapte facilmente a diferentes cenários.

10. Não fique para trás na transformação digital

A pandemia acelerou ainda mais a transformação digital. A automação de processos passou a ser regra em todas as empresas competitivas, e você não pode ficar para trás. Não deixe de investir na automação para garantir o funcionamento dos processos, mesmo remotamente. Além disso, mantenha as ferramentas atuais sempre atualizadas.

A gente também recomenda que você assista ao nosso webinar com 7 dicas para o seu planejamento estratégico dar certo. Clique no banner abaixo e assista gratuitamente!

Webinar 7 dicas para fazer seu planejamento estratégico dar certo