Tempo é uma das palavras mais utilizadas na gestão de projetos, principalmente nas expressões onde a falta dele impossibilita a realização de novas tarefas, por exemplo: “não posso, estou sem tempo”. Mas muitas vezes essa falta de tempo é devido à falta de organização, por isso é necessário alocá-lo de forma correta para otimizar a sua utilização.

Uma das técnicas para otimizá-lo é a Pomodoro Technique, inventada e batizada pelo italiano Francisco Cirillo.

As regras da técnica são as seguintes:

1. Escolha as tarefas a cumprir.

2. Marque 25 minutos para cada tarefa, espaço de tempo que será chamado de Pomodoro.

3. Se uma tarefa levar mais de 25 minutos para ser cumprida, divida-a em vários Pomodoros.

4. Crie uma folha de controle com a listagem de todos os Pomodoros.

5. Trabalhe na atividade até o fim do Pomodoro, um por vez.

6. Tire um descanso de cinco minutos.

7. A cada Pomodoro completado, marque um X na sua folha de controle.

8. A cada quatro Pomodoro, aumente o tempo de descanso de 5 minutos para 15 minutos.

9. O Pomodoro é indivisível. Não há ½ nem ¼ Pomodoro.

10. Se você iniciou um “Pomodoro”, ele deve ir até o final, sem interrupções.

* Se o Pomodoro foi interrompido definitivamente, é considerado vazio e não deve ser marcado na folha de controle como cumprido.

* Se uma atividade é completada antes do Pomodoro acabar, continue revisando-a até o Pomodoro acabar.

11. Proteja seus Pomodoros. Se alguém o interromper, informe efetivamente, negocie rapidamente e reagende a interrupção. Retorne a conversa com a pessoa que o interrompeu conforme acordado.

12. Se uma atividade levar mais de 5-7 Pomodoro, quebre-a em mais de uma atividade.

13. Se uma tarefa levar menos de um Pomodoro, agrupe-a com outras tarefas.

14. Resultados são obtidos Pomodoro após Pomodoro.

15. O próximo Pomodoro será melhor.

Não é fácil mudar de uma técnica para outra quando já estamos acostumados com a que utilizamos. Mas vale uma reflexão sobre algumas etapas das técnicas de gestão de tempo. Se você tiver uma ferramenta para lhe auxiliar fica mais fácil, por isso no post do Fernando Garrido Vaz ele explica um pouco sobre como o Artia pode ajudar na utilização desta técnica.

Precisamos entender que nenhuma tarefa é eterna, todas tem um começo e um fim. Definindo prazos razoáveis para que a tarefa não acabe cedo demais ou se prolongue muito.

Não damos importância às tarefas/coisas menores, mas elas também precisam de atenção e prazos nos planejamentos diários. Essas tarefas são as que mais consomem nosso tempo no nosso dia a dia, perceba isso no tempo que varia de um dia para o outro, talvez com um pouco de planejamento essa variação diminuirá um pouco.

Fonte: http://www.produzindo.net/a-gestao-do-tempo-e-a-tecnica-do-tomate/


Confira o Pomodoro do Artia

Webinar aborda o conceito da Técnica Pomodoro e explica como ela pode ser útil na Gestão de Projetos.

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Como foi criada e popularizada, quais os benefícios em usar, como ela permite uma melhor produção em projetos, como praticar a Técnica Pomodoro e o passo-a-passo para usar o Pomodoro no Artia.