Saiba como e onde um software de gestão de projetos pode ser útil

saiba-como-e-onde-um-software-de-gestao-de-projetos-pode-ser-util

Um software de gestão de projetos pode ser um grande parceiro para o gerente responsável pela área, desde o TAP (termo de abertura do projeto) até o encerramento dele. Gerenciar um projeto é uma tarefa que envolve a convergência de diversas áreas de conhecimento e muita organização.

E apesar de ser teoricamente possível fazer tudo recomendado pelo Guia PMBOK no papel ou em planilhas no computador, é inegável que centralizar todo planejamento, execução e controle em uma ferramenta poderosa capaz de integrar o projeto de forma holística deixará o trabalho do gestor mais eficaz e rápido.

Neste artigo, falaremos mais da importância de um software de gestão de projetos e como esse tipo de ferramenta pode maximizar a geração de valor dos projetos na sua empresa; confira!

Por que adotar um software de gestão de projetos?

Um bom software de gerenciamento de projetos é uma ferramenta que pode maximizar o potencial de qualquer gerente da área, desde quem está começando até PMPs (Project Management Professional) certificados com anos de experiência.

A principal vantagem da utilização desse tipo de software é a centralização da informação. Ter os dados sobre o projeto espalhados em planilhas, gráficos, pastas e até pedaços de papel soltos pelo escritório aumenta as chances de falhas de desorganização afetarem o resultado final.

Com tudo centralizado em um único local, a referência para todos os envolvidos fica mais clara, e é mais simples integrar as informações de todas as etapas do projeto.

E uma outra grande vantagem desse tipo de software está relacionada a uma capacidade bem simples, que é a possibilidade de criação de listas de tarefas organizadas por prioridade, que podem ser compartilhadas com os colaboradores da área.

Esse tipo de lista é algo básico, mas dá para os envolvidos uma visão objetiva do que eles devem realizar.

As ferramentas disponíveis para a parte de planejamento dos projetos nesses softwares também são excelentes, pois proporcionam a criação facilitada de gráficos de gantt para estabelecer uma linha do tempo visual do projeto e uma organização maior de toda a estrutura de tarefas e responsabilidades.

Também vale destacar que, além de simplificar a criação de uma Estrutura Analítica de Projetos, ou EAP, os softwares fazem com que elas sejam interativas e de fácil apresentação para o time.

Por fim, softwares de projetos são muito eficientes no gerenciamento de dados e mensuração de performance dos times. Eles permitem o acompanhamento da produtividade durante a fase de execução e visualização de métricas compostas, como cronograma planejado x cronograma executado ou utilização de recursos humanos x valor gerado, por exemplo.

Como escolher a melhor ferramenta de gerenciamento de projetos?

Para identificar qual é a melhor ferramenta de gerenciamento de projetos para a sua empresa, a dica é: antes de tudo, converse com os gerentes de projeto e entenda as suas reais demandas.

Uma vez que seja identificada a necessidade, é hora de encontrar no mercado opções que atendam a ela. Para auxiliar na seleção, procure referências de outras empresas e verifique se as soluções que elas adotaram funcionariam para a realidade da sua organização.

Em quais áreas um software de gerenciamento de projetos pode ser utilizado?

Na prática, um bom software de gestão de projetos é versátil o bastante para ser utilizado em projetos de qualquer área.

Assim como a técnica de gerenciamento de projetos em si, que é feita de forma a se adaptar para qualquer mercado, os softwares são facilitadores que funcionam bem em quase todos os segmentos.

Como calcular o ROI do uso de um software de gestão de projetos?

O custo da implementação de um software de gestão de projetos é algo que será rapidamente abatido pelos resultados aprimorados pela sua utilização. Mas para conseguir calcular o retorno desse investimento (ROI) com precisão, é necessário entender melhor o que foi gasto e quais foram os resultados da ferramenta.

Para visualizar melhor o investimento no software, a recomendação é considerar o custo total de aquisição, que será uma soma de tudo que foi gasto com ele em um período pré-determinado — um ano, por exemplo.

Logo, para determinar o investimento, some todos os gastos com licenças, configuração, equipamentos, consultorias e treinamentos que envolveram ou envolverão o software por um ano.

Já o retorno, será feito com o cálculo dos resultados que a tecnologia trouxe para o negócio. A quantidade de horas investidas em planejamento e monitoramento será reduzida, o que permite que o gerente de projetos tenha mais disponibilidade para realizar outras tarefas que vão gerar mais valor ao negócio. Além disso, o retorno também será indireto com a potencialização da execução do próprio projeto, que será melhor organizada pelo software.

Para quem ainda não está utilizando um software de projetos e quer projetar o ROI da nova tecnologia, é possível se valer de dados do mercado sobre o retorno do uso dessa tecnologia. Vale a pena conhecer as soluções disponíveis no mercado e conversar com outras empresas que já utilizam softwares de projetos para aprender mais sobre a eficiência deles.

Maximize os resultados através de um Software de Gestão de Projetos.

Conheça mais o Artia assistindo a Demonstração em Vídeo.

Ao marcar essa opção, você está de acordo com nossa política de privacidade.

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Solução completa para gerenciamento de projetos, atividades e equipes. Coordene projetos, organize entregas, garanta resultados, tenha total visão dos prazos, estime melhor os esforços e garanta resultados. Tudo facilmente adaptável às necessidades de sua empresa.