Gestão-financeira-de-projetos-6-passos-para-não-ultrapassar-seu-orçamento

Uma empresa pode encontrar muita utilidade em uma Gestão Financeira de Projetos eficiente. É comum que muitas empresas e profissionais ultrapassarem os gastos de orçamentos estimados em um projeto. Para gerenciá-los, existem diferentes ferramentas online que permitem não apenas distribuir tarefas como também compartilhar arquivos e ideias. Mas, e na hora de gerenciar as finanças do projeto? O que fazer para dominar o assunto e não estourar a verba definida? Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre gestão financeira de projetos em 6 passos:

1. Levantamento de custos

O levantamento de custo do projeto é um dos maiores desafios dos gestores, pois requer uma análise minuciosa e estimativas embasadas. O principal na hora de realizar a gestão financeira de projetos para não correr riscos e exceder o orçamento é observar o levantamento de todos os custos envolvidos. Vale lembrar, que os processos de execução representam a fase que mais demanda recursos financeiros, humanos e materiais.

Nas primeiras vezes, é normal que o resultado final não seja exatamente como o planejado. Gerenciar financeiramente projetos é uma atividade que se aprimora com o tempo. É muito comum o gestor não conhecer todas as variáveis ou ser pego de surpresa com aspectos que não tinha considerado.

Uma sugestão, de acordo com a situação, é arredondar para mais o levantamento de custos, evitando assim a possibilidade de prejuízo. No entanto, não se esqueça ainda de somar ao total das despesas o lucro que você estima obter.

2. Prever gastos extras

Como mencionamos, a experiência é a melhor aliada quando o assunto é gestão financeira. Mas é possível fazer previsões mais certeiras listando todos os aspectos do projeto, como: Quantidade de mão de obra necessária, se precisará contratar terceiros, se os equipamentos que a empresa detém satisfazem as demandas ou se é preciso comprar novos, entre outros detalhes.

É preciso analisar se o seu negócio atua em um setor onde o valor do dólar influencia, nestes casos, devido as oscilações de custos os valores podem sofrer drásticas variações.

Considere todas as possibilidades.

3. Acompanhar, revisar e corrigir valores

Já que existem muitos fatores que podem interferir no andamento do seu projeto, principalmente nos projetos de longo prazo, é indispensável que o orçamento seja acompanhado e revisado periodicamente.

Nesse sentido, ao estruturar a EAP e o cronograma do projeto é interessante alinhar com o cliente as entregas por etapas e que o pagamento seja feito fracionado por cada entrega realizada. Com isso, diminui-se o risco de definir um valor e ao final do projeto perceber que estourou o orçamento. De maneira simples, o cliente irá pagar o equivalente a cada etapa finalizada, podendo as despesas da próxima fase serem revistas e corrigidas com antecedência.

4. Avaliar se o projeto é viável

Para analisar a viabilidade do projeto, é preciso ter certeza que você e a sua equipe possuem condições de executá-lo. É importante avaliar se vale implicar esforços, mão de obra e o investimento terá o retorno necessário para bancar os custos e para a sua empresa, isto é, se o projeto não vai proporcionar um lucro muito baixo ou até mesmo prejuízo.

E neste aspecto, há mais uma questão a se considerar; mesmo que não seja um projeto altamente lucrativo, ele pode ser estratégico para a empresa fidelizar parceiros. Também pode ser uma forma de aprender e ter experiência em uma área.

Um ERP online de gestão empresarial adequado é capaz de sanar diversas dúvidas sobre a viabilidade do projeto. É o caso do GestãoClick, que permite o controle financeiro adequado.

5. Gestão Ágil com Backlog de Produtos

Em alguns casos, quando a estimativa todos os pontos a serem considerados em um projeto não foram analisados por completo, mas ainda assim o projeto precisa ser iniciado. Suas extensões podem ser colocadas em Backlog, lançando o produto mais enxuto, que será complementado posteriormente.

Na atualidade, com um mercado cada vez mais dinâmico, os produtos precisam ser lançados rapidamente, e aperfeiçoados com o tempo. Esperar o projeto estar pronto, pode comprometer toda a lucratividade que o produto poderia gerar.

É assim que surgem as Metodologias Ágeis de Projetos, visam aperfeiçoar o produto, usando o Backlog mais extenso que complementá-lo após o seu lançamento. Confira aqui como fazer uma estrutura de Product Backlog eficiente.

6. Ter uma competente gestão de projeto

O gerenciamento dos custos tem por objetivo fazer com que a execução de um projeto não gere gastos superiores aos seus ganhos potenciais, mas esse acompanhamento isolado não é garantia de sucesso. Mesmo que tudo esteja devidamente orçado e o planejamento estratégico financeiro desenhado, ainda há o risco de imprevistos na execução do projeto.

Para conseguir realizar a gestão de projeto com competência o gestor responsável precisa ter ferramentas adequadas. Os Softwares de gerenciamento de projetos como o Artia, possuem as funcionalidades necessárias e são excelentes aliados desde o planejamento até a execução de tarefas, acompanhamento de indicadores de desempenho, apontamento de horas e também reporte de despesas e cálculo de custos.

O que é Gerenciamento de Projetos e como aplicar na sua empresa

Dicas fundamentais para organizar os Projetos de sua Organização

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

Neste nosso webinar, vamos explorar a importância de organizar seus projetos para que você atinja melhores resultados.

Sobre o Autor

Autor: GestãoClick

GestãoClick: Somos um software de gestão empresarial com soluções em gerenciamento que simplificam a rotina de pequenas e médias empresas. O nosso ERP oferece funcionalidades desde o gerenciamento de estoque até o controle financeiro, todas integradas.