Imagem blog artia

Como implantar o gerenciamento de projetos na organização

Escrito por Roberto Gil Espinha

12 fev 2016

3 min de leitura

A crescente utilização de processos, ferramentas e técnicas de gerenciamento de projetos vem possibilitando às empresas uma melhoria contínua na capacidade de execução dos seus negócios. E grande parte do sucesso de um empreendimento está entrelaçado à gestão de projetos — não meramente em controlar ações e gerenciar pessoas, mas em planejar, definir e acompanhar metas, dar suporte aos colaboradores e desempenhar o papel de liderança.

Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe o post de hoje. Listamos as melhores práticas na implantação do gerenciamento de projetos em empresas.

O envolvimento das lideranças

A etapa inicial do processo de implantação do gerenciamento de projetos está no comprometimento das lideranças envolvidas. É preciso demonstrar que a mudança elevará o desempenho dos projetos. Equipes que são coordenadas através de processos bem definidos e que estejam alinhadas com as metas e objetivos conseguem melhores resultados quando comparados a equipes que trabalham com maior liberdade. E grande parte deste sucesso está nas mãos de um bom líder.

Os resultados e benefícios da utilização de uma metodologia apropriada na gestão de projetos garante ao gestor total visibilidade dos processos de gerenciamento. Isso significa que quando os processos seguem uma metodologia, é possível padronizar a gestão de projetos e ter um acompanhamento detalhado de cada um — o que possibilita o uso de indicadores de desempenho que demonstrem à qualidade na entrega do produto final.

O compartilhamento do know-how

Compartilhar conhecimento fortalece e aprimora a gestão do conhecimento organizacional em gerenciamentos de projetos. Equipes que trabalham integradas e mutuamente, trocando experiências, conseguem atingir uma melhor eficiência da qualidade dos produtos ou serviços gerados. Isso é refletido em um aumento significativo da eficiência na gestão dos projetos.

Quando há um compartilhamento do know-how, lideranças e toda a equipe conseguem atingir uma padronização mais elevada dos parâmetros de medição e avaliação de projetos, indicando com maior clareza a importância dos impactos que eventualmente podem ser causados quando não são realizados em conformidade com o planejamento.

Definição do fluxo de comunicação

Líderes que falam e escutam: é preciso que haja um fluxo de comunicação dentro da organização no processo de gestão de projetos. Os ciclos de comunicação dentro de uma organização são originários de todas as direções e sentidos, permitindo que ideias, informações e conhecimentos possam ser compartilhados e, assim, o desempenho possa ser coordenado.

O gerenciamento das expectativas dos stakeholders

Conhecer as expectativas dos stakeholders (fornecedores, clientes, instituições financeiras) auxilia no processo de elaboração. Prazos e execução precisam estar em sintonia para que o produto final esteja dentro da qualidade esperada, além de estar enquadradas dentro do que o cliente espera.

Dentro disso, está a importância do cumprimento do planejamento e da metodologia apropriada. A equipe apenas poderá cumprir o que for designado para ela e, acima de tudo, deverá ter uma rotina de execução bem definida para que nada interfira no prazo e na qualidade que dela é esperada.

Você gostou deste artigo? Então confira o nosso post “Implementando uma metodologia de gestão de projetos? Saiba como preparar a sua empresa” e aprimore os seus conhecimentos em gerenciamento de negócios.

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.
Nenhum comentário ainda!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *