Product-led Growth: entenda o que é essa estratégia de negócios e como ela pode ajudar uma empresa

Product-led Growth: entenda o que é essa estratégia de negócios e como ela pode ajudar uma empresa

Escrito por Roberto Gil Espinha

25 Apr 2022

5 min de leitura

Product-led Growth é um termo que vem ficando cada vez mais popular dentro do mercado empresarial, especialmente no de startups.

Essa estratégia de negócios tem como objetivo usar o produto como principal forma de capturar clientes. Ela vem ganhando mais destaque e retrata o futuro das empresas tecnológicas.

Quer saber mais dessa metodologia de negócios e de que forma ela ajuda uma empresa? Então, siga a leitura!

O que é Product-led Growth?

Product-led Growth é um modelo de crescimento que tem como foco principal o usuário final. O objetivo do PLG é colocar o produto como principal fator de aquisição e conversão dos clientes.

O conceito surgiu em 2016 e foi criado pelo investidor e sócio da empresa OpenView Ventures, Blake Bartlett. Segundo ele “o poder de compra do software empresarial mudou e os usuários finais são os novos guardiões”.

A tradução literal do termo significa “crescimento liderado pelo produto”. Isso quer dizer que o produto é o responsável por atrair e reter clientes e não o time de vendas.

Sales-led Growth x Product-led Growth

Existem algumas metodologias diferentes no processo de aquisição de clientes. Duas delas são: Sales-Led Growth e Product-led Growth. Para entender melhor a diferença, confira a tabela a seguir:

Diferença entre sales-led growth e product-led growth

Razões para tornar a sua empresa Product-led Growth

1. Acelera o processo do funil de vendas

Funil de vendas é um modelo estratégico que mostra a jornada de compra do cliente de forma visual.

Um funil de vendas possui topo, meio e fundo. O topo do funil é onde começa a jornada de compra do cliente. É onde ele tem o primeiro contato com o produto ou com a empresa.

O método PLG ajuda a acelerar o processo do funil de vendas. Isso porque ao invés dos potenciais clientes solicitarem demonstrações para saber mais sobre seu produto, eles podem testá-lo.

Funil de vendas

2. Facilita a expansão da empresa

O segundo motivo pelo qual tornar uma empresa Produc-led Growth é a rápida escala global.

Ao invés de você perder tempo e dinheiro contratando vendedores para cada região, você pode direcionar esforços adaptando o processo de vendas para atender mais clientes em todo o mundo de uma forma mais rápida e eficaz.

3. Ajuda a obter leads qualificados

A metodologia PLG ajuda a obter leads mais qualificados. A qualificação de leads aumenta as taxas de conversão de um negócio. Isso significa que os consumidores vão mais decididos na hora da compra, pois eles já tiveram a experiência com o produto e sabem exatamente o que ele irá entregar.

Dessa forma, a empresa não tem necessidade de gastar tempo e dinheiro educando o consumidor, porque o produto mesmo cumpre essa função.

4. Melhora o desempenho da empresa

Segundo Blake Bartlett, empresas que adotam o modelo PLG são mais desenvolvidas. O motivo é porque as empresas que utilizam o produto para liderar os negócios crescem mais rapidamente em escala.

Outros benefícios do modelo PLG citados por Blake são:

  • É um modelo que não se restringe ao processo de geração de leads, vendas e sucesso do cliente;
  • A empresa pode permanecer no modo de hipercrescimento em escala;
  • A empresa pode crescer com mais eficiência, apresentando um retorno de CAC abaixo da média.

5. Aumenta a satisfação dos clientes

As experiências com o produto têm se tornado uma parte essencial no processo de compra. Cada vez mais, os clientes buscam produtos que disponibilizem um teste antes da venda.

De acordo com a empresa de sucesso do cliente Gainsight, “os compradores corporativos também esperam experimentar e avaliar o software de maneira fácil e sem atritos”.

Isso significa que a maneira que o consumidor deseja comprar mudou. Ele não quer mais apenas ouvir sobre os beneficios de um produto e sim testar e avaliar se aquele é realmente o produto certo.

Como começar a implementar o modelo PLG na sua empresa

Já vimos como o PLG pode trazer benefícios para uma empresa e fazer ela crescer no mercado. Mas para implementar esse modelo nos seus negócios é necessário seguir algumas etapas, como:

  1. Analise se o produto está pronto para se tornar PLG (encontre diferenciais e problemas que ele possa resolver);
  2. Identifique a dor do cliente;
  3. Repense os preços do produto;
  4. Analise se a sua empresa consegue disponibilizar um serviço gratuito;
  5. Disponibilize uma experiência com o produto fácil e descomplicada;
  6. Converse com o consumidor;
  7. Entenda o real valor do produto que você irá entregar.

Como você pode ver nesse artigo, o modelo PLG pode fazer diferença no desenvolvimento de uma empresa. Porém, para um negócio decolar, também é necessário ter uma boa gestão empresarial.

Para te ajudar nessa função preparamos um webinar especial que contém dicas de boas práticas para melhorar a gestão empresarial. Nele você vai aprender como começar a gestão de projetos na sua empresa e identificar lucros e prejuízos. Clique no botão abaixo e assista gratuitamente!

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.