Veja aqui 4 motivos comuns para o fracasso de projetos

Veja aqui 4 motivos comuns para o fracasso de projetos

Escrito por Roberto Gil Espinha

26 Jan 2015

3 min de leitura

O fracasso de projetos é um grande medo para uma empresa, para os colaboradores e, principalmente, para um gerente de projetos. Ver um plano encerrar prematuramente ou não alcançar os resultados esperados, além de ser ruim para os negócios, também é ruim para a confiança dos seus funcionários.

Estudar detalhadamente os motivos pelo qual um projeto fracassa é uma forma de aprender e se aperfeiçoar para não cometer o erro uma segunda vez. E para ajudar você a identificar o que deu errado ou para evitar erros em futuros trabalhos, confira nossa lista com os motivos mais comuns que contribuem para um projeto mal sucedido!

Falta de apoio

Um gerente de projetos tem a autonomia de tomar decisões importantes na elaboração e ação de um plano, mas sem o apoio da diretoria e quem mais estiver nas cadeiras mais altas da empresa, fica muito difícil realizar tarefas e assegurar o sucesso de um projeto. É preciso dar apoio e liberdade para o gerente de projetos realizar o que ele sabe fazer melhor.

É preciso ter confiança e dar motivação para os colaboradores envolvidos. Por isso, na hora de escolher quem vai guiar um projeto, escolha alguém de confiança e que vá conseguir apoio interno na empresa. Leve em consideração que esta pessoa também vai conseguir o apoio de seus funcionários. Afinal, um bom líder precisa integrar e unir uma equipe a favor do sucesso de um projeto.

Investimento baixo e estrutura de má qualidade

Sem um investimento razoável e uma boa infraestrutura é praticamente impossível uma equipe realizar um bom trabalho e garantir o sucesso do seu projeto. Converse com seu gerente e defina uma boa verba capaz de alcançar os objetivos. Se você não tiver em condições de investir o necessário, cogite mudar o objetivo do projeto ou adiá-lo para um outro momento. É melhor ter um projeto bem sucedido depois do que ter um fracasso agora. Reflita junto da sua equipe qual é a melhor escolha.

Ser otimista demais

O maior erro de um gerente de projetos é ser otimista demais. Um bom gerente precisa ter sempre um pé atrás, pensar em todas as possibilidades de ação e premeditar erros e fracassos. Ele precisa analisar o pior cenário e se preparar para reagir caso for preciso.

É bom ter boas expectativas, isso motiva sua equipe. Mas é preciso muito cuidado na hora de traçar planos de ações. Alinhe sua equipe aos piores cenários e esteja sempre a frente. Isso vai dar mais segurança de sucesso para seu projeto.

Ter uma equipe despreparada

Cada projeto tem um objetivo e linha de ação. É preciso escolher a equipe de acordo com estes dois aspectos, ao invés de escolher os melhores da empresa. O melhor nem sempre pode ser o mais adequado para uma determinada tarefa. É preciso ter o talento certo para caminhar na direção que sua empresa precisa. Então antes de definir uma equipe, analise bem quem tem o perfil mais adequado e até realize alguns testes de seleção para ter certeza. Basta uma escolha errada para seu projeto poder fracassar.

E você, já teve algum sucesso ou fracasso com algum projeto? Conte para gente suas experiências e continue de olho no blog!

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.
Nenhum comentário ainda!

Seu e-mail não será publicado.