Análise de ROI e projetos: importância + checklist

Análise de ROI e projetos: importância + checklist

Escrito por Roberto Gil Espinha

23 Jan 2023

6 min de leitura

Você sente que a diretoria te cobra por aumento da produtividade, maior rapidez nas entregas, controle de recursos e aumento dos lucros?

Isso é muito comum para os gerentes de projetos, que, além de garantir uma boa execução, precisam sempre pensar em melhorias para os processos. Mas, fazer isso não é uma tarefa fácil, né?

Nesse contexto, a análise do ROI pode ser uma grande aliada, porque ela permite fazer projeções e escolher os caminhos mais vantajosos para a organização, trazendo retornos maiores.

Então, siga a leitura para descobrir mais sobre este assunto e aprender a fazer esta análise da forma mais completa e eficaz possível!

O que é ROI?

ROI significa “Return on invesment” ou retorno sobre o investimento, em português. Ou seja, é um indicador que mostra qual é o retorno esperado ao investir recursos em determinado projeto.

Esse indicador pode ser utilizado em qualquer tipo de investimento. Então, podemos calcular o retorno total de um projeto, a aquisição de novos recursos, um novo sistema de gestão etc.

O principal objetivo do ROI é trazer mais segurança para a organização, porque ele mostra dois fatores:

  • Se o projeto é viável;
  • Se vale a pena ou não investir no projeto.

Com isso, ele se torna muito importante para os gestores, porque os ajuda em diversos pontos da gestão de projetos. Veja só:

Qual a importância de acompanhar o ROI dos projetos?

A principal importância do ROI para os projetos é guiar as decisões do gerente de projetos, porque o ajuda a entender quais resultados o projeto trará e se ele é vantajoso para a empresa.

Ao planejar algo novo ou pensar em melhorias para projetos em andamento, é preciso avaliar a eficácia dessa ação, para não perder tempo com coisas desnecessários ou pouco eficientes. Assim, ao acompanhar o ROI, é possível:

  • Tomar decisões mais estratégicas;
  • Focar na visão do negócio;
  • Traçar metas mais realistas;
  • Prever o tempo do retorno;
  • Analisar o desempenho das ações;
  • Checar se os processos estão funcionando;
  • Investir naquilo que tem maiores chances de trazer resultados.

Agora que você já sabe as várias vantagens que monitorar o ROI pode trazer, é preciso saber como aplicar isso na prática. Acompanhe a seguir.

Como fazer uma boa análise do ROI?

Um projeto envolve diversos fatores, como tempo, dinheiro e pessoas. Por isso, para saber o retorno real que ele trará, é preciso fazer uma análise completa de todos estes elementos, tanto antes quando depois do cálculo.

O objetivo deste texto é te explicar como analisar os elementos do ROI e aplicá-los nos projetos. Mas, se você quiser aprender a fazer o cálculo do ROI, nós temos um texto só para isso: 3 passos para fazer o cálculo do ROI em projetos. Não deixe de conferir!

Análise ROI – antes do cálculo

Ao calcular o ROI de um projeto, utilizamos o dinheiro investido como base para saber o retorno. Mas, este elemento se refere a toda a complexidade do projeto e não apenas ao orçamento.

Assim, devemos considerar tudo o que traz algum custo. Nesse momento, algumas perguntas podem ajudar, como:

  • Quais recursos, físicos e humanos, são essenciais?
  • Quais são os fornecedores?
  • Existe alguma infraestrutura necessária?
  • Há a utilização de serviços ou sistemas que cobrem mensalidades?
  • Precisará de manutenção ou suporte para alguma atividade?
  • Quais riscos podem afetar o andamento do projeto e quais as consequências causadas?

Ter respostas para isso, estimando o valor de cada um destes pontos, é fundamental para saber o valor real de investimento necessário e garantir que o resultado da sua conta seja realista.

DICA!

Para estimar os custos e ter um valor adequado de investimento é preciso saber muitos detalhes do projeto, tendo objetivos, prazos e atividades muito claras. Por isso, é fundamental que a etapa de planejamento do projeto esteja muito bem-feita.

Nós temos um minicurso completo que te ensina a planejar todos os pontos essenciais para um projeto de sucesso. Acesse gratuitamente clicando no banner abaixo!

Análise ROI – depois do cálculo

Feito o cálculo, é o momento de interpretar o que o número do ROI representa.

De modo geral, um ROI positivo significa que o projeto é viável e trará lucros para a empresa. Porém, a diretoria sempre cobra o o que significa que não necessariamente todo projeto com ROI positivo deve ser executado.

  • Assim, com o ROI em mãos, é interessante:
  • Comparar o ROI deste projeto com o ROI de projetos com objetivo similar;
  • Pensar no impacto a longo prazo. Às vezes, o ROI pode não ser muito alto, mas outra ação pode ser feita posteriormente que trará muito retorno.

Fazer mais de uma projeção, com algumas variações, a fim de identificar possíveis melhorias para o projeto.

Bastante coisa a ser considerada, né? Mas, calma! Para te ajudar, nós montamos uma que vai te ajudar a não esquecer de nenhum elemento importante ao analisar o ROI do seu projeto.

BÔNUS: checklist para uma análise ROI de sucesso

Nada adianta ter um número de ROI se as informações utilizadas forem incompletas ou se ele não for considerado para as decisões tomadas. Então, se certifique de saber:

Recursos

  • Quantas pessoas há na equipe do projeto;
  • Quantas horas cada uma delas irá trabalhar;
  • Qual será o custo total das horas trabalhadas;
  • Haverá custos com treinamento e capacitação;
  • É preciso contratar novos colaboradores;
  • Quais equipamentos serão necessários;
  • Será preciso comprar novos equipamentos;
  • Será necessário algum material físico.

Fornecedores

  • Quais fornecedores entregam os serviços e materiais necessários.

Cotação

  • Quais fornecedores apresentam o melhor custo-benefício,
  • Qual o valor médio a ser gasto com os novos equipamentos e materiais.

Infraestrutura

  • Há gastos com aluguel ou compra de espaços físicos;
  • É necessário contratar sistemas ou serviços terceirizados.

Variáveis

  • Precisará de manutenção ou suporte para alguma atividade;
  • Quais riscos podem afetar o andamento do projeto;
  • Caso ocorram riscos, quais as consequências causadas.

Com todas essas informações organizadas, não tem como seu ROI sair errado! E se você quiser ir além, te convidamos a conhecer o Artia, nosso software de gestão de projetos.

Só os softwares de gestão de projetos permitem gerenciar o projeto todo em um único lugar. Assim, você poderá identificar todas essas informações de modo muito mais fácil, porque ele traz campos dentro do próprio projeto para controlar recursos, custos, riscos e muito mais.

Além disso, você poderá acompanhar o ROI juntamente com diversos outros indicadores e fazer uma análise ainda mais aprofundada.

Assista a uma demonstração e veja na prática a praticidade que as funcionalidades do Artia trazem para você!
 

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.