Gestão de Demanda: assuma o controle do fluxo de trabalho  

Gestão de Demanda: assuma o controle do fluxo de trabalho  

Escrito por Roberto Gil Espinha

28 jun 2024

8 min de leitura

Em um mundo cada vez mais competitivo e dinâmico, sai na frente quem tem a habilidade de atender adequadamente às demandas, sejam elas do mercado ou da própria equipe.  

Então, se você quer aprender tudo sobre a gestão de demanda, nesse texto você descobrirá:  

O que é gestão de demanda? 

A gestão de demanda se refere aos processos implementados por uma organização para alinhar as necessidades do negócio com a capacidade de atendê-las

Ela se concentra principalmente em gerenciar as solicitações, sejam de clientes, colaboradores ou do próprio mercado, de forma a indicar as prioridades e direcionar a gestão de projetos.  

Aqui, é importante mencionar que as demandas gerenciadas podem ser internas ou externas. Veja mais:  

Diferença entre gestão de demanda interna e externa 

A gestão de demanda interna foca na coordenação e alinhamento das necessidades dentro da própria organização. Enquanto a demanda externa envolve a interação com o mercado e com os clientes para compreender e influenciar a demanda. 

Vantagens da gestão de demanda para os projetos  

A gestão de demanda ajuda a gerenciar as solicitações de forma mais estratégica, garantindo que as necessidades dos clientes, colaboradores e do próprio mercado sejam atendidas. Por isso, algumas das vantagens de realizá-la incluem:  

Tomada de decisões mais assertiva 

Ao centralizar as demandas é possível ter acesso a dados confiáveis e tomar decisões mais embasadas e estratégicas. 

Otimização de recursos  

A gestão de demanda facilita a alocação de recursos otimizada, garantindo que as atividades mais importantes sejam atendidas com prioridade e tarefas desnecessárias sejam removidas do fluxo de trabalho.  

Atender às necessidades com mais excelência 

Com a gestão de demandas é possível priorizar as entregas que geram mais valor ao negócio, isso significa:  

  • Clientes: oferecer produtos, serviços e suporte que superam as expectativas e gerem satisfação. 
  • Colaboradores: criar um ambiente de trabalho positivo e produtivo, onde as pessoas se sentem valorizadas e engajadas. 
  • Mercado: acompanhar as tendências e demandas do mercado, garantindo a alta competitividade da empresa. 

A gestão de demanda eficiente é um investimento estratégico que gera resultados concretos para as empresas. Ao implementar essa prática, você impulsiona a eficiência, a qualidade do atendimento, a satisfação dos clientes e a produtividade dos colaboradores. Então, confira como fazer isso a seguir!  

Como fazer a gestão de demanda na prática?  

1. Tenha clareza das demandas  

O primeiro passo para uma gestão de demanda eficiente é compreender as demandas do seu projeto. Aqui, é interessante realizar uma lista de todas as demandas, separando as demandas internas e externas necessárias.  

2. Estabeleça níveis de prioridade por tipo de demanda 

Ao conhecer todas as demandas do negócio, entra a parte analítica. Então, avalie critérios como urgência, impacto no negócio e valor gerado para organizar a lista criada anteriormente e definir o que é mais prioritário. 

| Baixe já: [TEMPLATE] Métodos de priorização de tarefas e projetos   

3. Defina os processos de atendimento à demanda 

A gestão de demanda não se limita a escolher as melhores solicitações, mas envolve também as cumprir da melhor maneira possível. Por isso, o terceiro passo é definir como serão os processos de atendimento à demanda, desde o recebimento até a prática. 

Pense em definir responsáveis por cada etapa do processo e estabelecer prazos realistas, considerando a complexidade da demanda e os recursos disponíveis. 

4. Utilize ferramentas e software para atender as demandas 

As ferramentas de gestão e softwares facilitam o registro, a organização, a priorização e o acompanhamento das demandas. Assim, elas são verdadeiras aliadas para otimizar o fluxo de informações e garantir a padronização dos processos.  

| Leia também: 7 melhores ferramentas de gestão de projetos  

5. Realize treinamentos e capacitações regulares 

Conscientize a equipe frequentemente sobre a importância da boa gestão de demanda, afinal, eles serão os responsáveis por fazê-la na prática. Aqui, é importante promover uma cultura de melhoria contínua, incentivando a busca por novas soluções e aperfeiçoamentos nos processos de gestão de demanda. 

| Aprofunde seu conhecimento: [E-BOOK] Como a cultura organizacional pode melhorar o desempenho da equipe?  

6. Monitore os indicadores de desempenho 

Por fim, estabeleça indicadores chave de desempenho (KPIs) para avaliar a eficiência da gestão de demanda, como tempo médio de resolução, taxa de satisfação do cliente e número de demandas reabertas. 

Essas informações auxiliarão a identificar pontos fortes, oportunidades de melhoria e tomar decisões melhores de mudanças. 

Exemplos de gestão de demanda 

Times de TI 

Desafio: alto volume de solicitações e recursos limitados 

Os times de TI costumam ter um alto volume e diversidade de demandas que chegam, desde solicitações simples de suporte técnico até projetos complexos de desenvolvimento de software. Com recursos humanos e tecnológicos limitados, os times de TI precisam otimizar seus esforços para atender essas demandas dentro dos prazos e com a qualidade esperada. 

Esse desafio pode ser solucionado com a gestão de demandas através da (o):  

  • Classificação das demandas por tipo (suporte, desenvolvimento, etc.), urgência (crítica, alta, média, baixa) e impacto no negócio (alto, médio, baixo); 
  • Estabelecimento de prazos realistas para a resolução das demandas, considerando a complexidade da tarefa e a disponibilidade de recursos; 
  • Padronização de processos e documentação clara para os processos de recebimento da demanda, resolução de problemas e entrega de serviços. 

Times de marketing 

Desafio: alterações urgentes nas campanhas e análise de dados 

As equipes de marketing precisam ser capazes de se adaptar rapidamente a mudanças urgentes em campanhas, analisar dados complexos e tomar decisões estratégicas em tempo real. No entanto, essa dinâmica pode facilmente se transformar em um verdadeiro caos e gerar sobrecargas para o time quando mal gerenciada.  

Esse desafio pode ser solucionado com a gestão de demandas através da (o): 

  • Centralização das informações, com todas as demandas – urgentes ou não – organizadas em um único local, proporcionando uma visão geral do trabalho a ser feito; 
  • Monitoramento do progresso de cada demanda, que permite a equipe identificar gargalos e realizar medidas corretivas, reduzindo retrabalhos; 
  • Análises de dados mais agilizadas, pois, ao centralizar as demandas é possível obter insights e tomar decisões estratégicas embasadas em dados concretos.  

BÔNUS! Use o kanban para a gestão de demandas 

A gestão de demandas facilita muito a organização do fluxo de trabalho dos projetos. Mas, para otimizá-las existem algumas ferramentas, como o Kanban!  

O Kanban funciona como um quadro visual em que as demandas podem ser organizadas e acompanhadas por todo o time:  

  • Crie um quadro dividido em colunas que representem as diferentes etapas do fluxo de trabalho, como “A fazer”, “Em andamento”, “Em revisão” e “Concluído”. 
  • Cada demanda é representada por um cartão que se move pelas colunas conforme avança no processo.  
  • Posicione os cartões nas colunas de acordo com sua prioridade, com as demandas mais urgentes e importantes na frente. 
  • Visualize facilmente os gargalos no fluxo de trabalho, onde os cartões (demandas) se acumulam, e tome medidas para otimizar o processo e eliminar gargalos. 
  •  
banner-ebook-kanban-online

E se já estiver pronto para gerenciar as demandas da sua equipe na prática não deixe de testar o Artia gratuitamente! Veja como o Kanban e as mais de 30 funcionalidades podem te ajudar a ter um fluxo de trabalho mais controlado!

O que é gestão de demanda? 

Gestão de demanda se refere a todos os processos implementados para compreender e organizar a operação visando atender as necessidades de um mercado.  

Como fazer gestão de demanda?

A demanda pode ser gerenciada em 6 passos: 
1. Tenha clareza das demandas  
2. Estabeleça níveis de prioridade por tipo de demanda 
3. Defina os processos de atendimento à demanda 
4. Utilize ferramentas e software para atender as demandas 
5. Realize treinamentos e capacitações regulares 
6. Monitore os indicadores de desempenho 

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.