Como o Artia pode ajudar com a Lei do Bem

Em um mundo cada vez mais desenvolvido e tecnológico, é necessário que existam leis que promovam e incentivem pesquisas e desenvolvimentos de inovação. Atualmente está em vigor no Brasil a lei 11.196, conhecida como Lei do Bem.

Essa lei foi criada em novembro de 2005 e dá incentivos fiscais para as empresas que se encaixam em determinados requisitos exigidos pelo governo. Esses estímulos ajudam a aproximar as empresas das universidades e centros de pesquisas, seja criando algo novo ou aprimorando algo já existente.

Dentro da lei do bem existem alguns tipos de benefícios, mas para que a empresa comece a usufruir desse ganho ela deve comprovar algumas informações de acordo com o benefício escolhido.

Ficou interessado e quer saber mais? Neste texto te explicaremos quais os benefícios dessa lei e como o Artia, o nosso software de gestão de projetos, pode te ajudar com a lei do bem.

 

Quais os benefícios da Lei do Bem e quem pode os usufruir?

 

Utilizar a Lei do Bem traz vários ganhos para a empresa:

  • O imposto de renda de pessoa jurídica (IRPJ) pode abaixar de 20,4% a 34%;
  • Os gastos de contribuição social sobre o lucro líquido (CSLL) diminuem;
  • Há desconto de 50% no imposto sobre produtos industrializados (IPI) na compra de equipamentos para a realização das pesquisas.

Além de tudo isso, o incentivo a essas pesquisas aumenta a competitividade do mercado tecnológico e a inovação ajuda no crescimento das organizações. Isso sem contar que a empresa passa a ser considerada inovadora pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTI)!

Mas como já foi dito antes, as empresas que queiram receber incentivos fiscais, além de pesquisas e desenvolvimento de inovação tecnológica (PD&I), devem atender a essas condições:

  • Estar no regime do lucro real;
  • Obter e comprovar lucro fiscal;
  • Estar com as obrigações fiscais em dia;
  • Possuir controle dos gastos e investimentos nas pesquisas;
  • Comprovar as horas de trabalho no desenvolvimento do projeto de pesquisa.

 

Como o Artia pode te ajudar com a lei do bem?

 

O Artia é um software de gestão projetos e nele você encontra diversas funcionalidades que podem te ajudar na execução das pesquisas e desenvolvimentos de inovação. As funções mais importantes para a lei do bem são o Timesheet, Kanban e o Meu dia. Além desse software ajudar a organizar o seu projeto, você conseguirá ter controle de gastos e comprovar as horas de trabalho para se beneficiar com a lei do bem. A seguir te explicaremos melhor sobre essas funções.

Timesheet

 

Timesheet é um sistema dentro do software que contabiliza as horas gastas em tarefas específicas. Você cria uma tabela com o nome de cada atividade que deverá ser realizada e faz uma definição prévia do tempo de esforço em cada uma delas. Conforme for trabalhando você irá preenchendo a coluna de esforço real. Com isso, durante a atividade você poderá analisar quantas horas você já utilizou para executar os trabalhos e se está dentro do prazo estipulado anteriormente.

Além do apontamento de horas é possível definir os custos e realizar o mesmo tipo de acompanhamento, controlando se não irá passar do orçamento. Os custos que deverão ser apontados envolvem desde os materiais necessários para a execução dos projetos PD&I até o valor da mão de obra das pessoas envolvidas.

Kanban e Meu Dia

 

O Artia possui a função de Kanban que ajuda a fazer uma gestão mais ágil. Nele você pode organizar tudo o que é necessário para a sua pesquisa. Ele possui três colunas: a fazer, fazendo e feito. Desse modo, você pode ter maior visibilidade do andamento das tarefas que você e a sua equipe estão realizando. Também podem ser feitas alterações nessas colunas de acordo com o que é melhor para o seu projeto.

O Meu Dia cria uma lista com todas as atividades que precisam ser realizadas naquela data e você pode organiza-las conforme a urgência e importância de cada uma. É possível que você envie tarefas para outros membros da sua equipe.

Essas duas funções possuem em comum o apontamento de horas automático e manual. A cada tarefa que você irá começar é possível clicar no play e a plataforma contará o tempo que você ficará em função daquilo até o momento que você clicará no stop. Se não quiser apontar as horas dessa maneira, você pode entrar em cada uma das atividades e preencher separadamente com o esforço realizado.

Com o Artia é possível emitir relatórios que comprovem o que foi pedido pelo governo. Esses relatórios são compostos pelas informações que você colocou em cada tarefa dentro do software e, na hora de emiti-los, você pode escolher quais atividades que aparecerão no arquivo que será gerado.

Está interessado em se beneficiar com a Lei do Bem mas precisa de ajuda para gerenciar gastos e apontamento de horas? Solicite uma demonstração do Artia! Nele você terá acesso à todas essas funções que irão auxiliar no controle das suas pesquisas e desenvolvimento de inovações tecnológicas.