Filmes para gestão projetos: 7 obras que todo gestor precisa assistir

Filmes para gestão projetos: 7 obras que todo gestor precisa assistir

Escrito por Roberto Gil Espinha

12 Oct 2023

12 min de leitura

Publicado em 30/10/2023

filmes-gestao-de-projetos

 

Quem disse que para aprender é preciso ler centenas de páginas e teorias complicadas? É claro que os livros e manuais são extremamente importantes, assim como o Guia PMBOK, mas existem muitas outras formas de adquirir conhecimento e refletir sobre o nosso dia a dia, como os filmes 

Os filmes têm o poder de nos levar a lugares distintos, nos contar histórias e nos fazer refletir sobre nossas próprias vidas, pessoais e profissionais, de maneiras profundas e surpreendentes. 

Por isso, neste artigo, vamos explorar como alguns filmes podem nos ensinar valiosas lições sobre gestão de projetos. Então, relaxe e prepare-se para uma jornada cinematográfica que vai muito além da diversão!  

 

7 filmes essenciais para a gestão de projetos 

Quando pensamos em gestão de projetos, muitas vezes lembramos de gráficos complexos, reuniões intermináveis e espaços empresariais de alta pressão. Mas, a verdade é que a gestão de projetos é muito mais do que isso, ela é um elemento que permeia praticamente todos os aspectos de nossas vidas, desde as tarefas diárias, como acordar e fazer um café, até empreendimentos grandiosos. 

Com tamanha abrangência, praticamente qualquer filme pode trazer algum ensinamento para o tema. Mas, como nosso foco, aqui, é fornecer insights valiosos para gestores de projetos, selecionamos 7 filmes que destacam elementos-chave da gestão de projetos para reflexão.  

Confira: 

 

1. O Preço do Amanhã 

#gestão de tempo 

filmes-para-gestao-de-projetos-o-preco-do-amanhã
Reprodução: Justiça Geek

Você com certeza já ouviu a expressão “tempo é dinheiro”. Mas, já pensou se isso fosse literal?  

No filme “O preço do amanhã”, dirigido por Andrew Niccol, o tempo funciona como a moeda corrente da época. Aos 25 anos de idade as pessoas param de envelhecer e só têm mais tempo de vida se conseguirem ganhar mais deste recurso.  

Esta obra oferece uma visão única da gestão de tempo ao transformá-lo em um recurso tangível e valioso. Ela nos lembra de refletir sobre como usamos nosso tempo e como nossas escolhas diárias afetam nossa vida e sucesso a longo prazo. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Valorização do tempo: destaca como o tempo é um recurso valioso e limitado. Ele nos lembra a importância de valorizar e gerenciar nosso tempo com sabedoria.
  • Consequências do desperdício: mostra as consequências devastadoras do desperdício de tempo e como isso pode levar a uma vida de escassez e luta. Isso ressalta a importância de evitar a procrastinação e tomar medidas produtivas.
  • Gerenciamento de prioridades: os personagens precisam tomar decisões difíceis sobre como gastar seu tempo, priorizando suas necessidades essenciais e metas de vida. Isso reflete a necessidade no mundo real de estabelecer metas claras e fazer escolhas conscientes.

Onde Assistir: Netflix.

| Amplie seu conhecimento: [WEBINAR] Gestão do tempo em projetos

Webinar-Gestão-do-Tempo

2. Apollo 13 – Do Desastre ao Triunfo 

#gestão de equipes

filmes-para-gestao-de-projetos-o-preco-do-amanhã
Reprodução: Cinema de Buteco

O filme “Apollo 13 – do desastre ao triunfo” (Apollo 13) é baseado em eventos reais e oferece lições importantes sobre a gestão de equipes em um ambiente de alta pressão e risco.  

A história narra a dramática missão Apollo 13 da NASA, que enfrentou uma série de problemas técnicos durante sua viagem à Lua. À medida que a história se desenrola, somos lembrados da importância da liderança sólida, da comunicação eficaz e da cooperação entre os membros da equipe, que se tornam fatores determinantes para a sobrevivência e o sucesso da missão.  

O filme também destaca como o espírito de trabalho em equipe e a resiliência podem desempenhar um papel fundamental em momentos de crise, inspirando todos nós a enfrentar desafios com coragem e determinação. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Treinamento e capacitação: a equipe da Apollo 13 está bem treinada para lidar com uma série de situações de emergência. Isso destaca a importância do treinamento, da preparação para o trabalho a ser executado e do apoio da alta gestão.  
  • Importância da postura de liderança: o comandante da missão, Jim Lovell (interpretado por Tom Hanks), demonstra uma postura calma e decisiva quando a nave enfrenta problemas críticos. Sua serenidade e capacidade de tomar decisões sob pressão são vitais para manter a equipe focada e unida. 
  • Trabalho em equipe: a tripulação da Apollo 13 trabalha como uma equipe coesa para resolver os problemas. Eles compartilham informações, habilidades e recursos para solucionarem a situação em conjunto. 
  • Aprendizado com a experiência: o filme retrata também a aprendizagem com erros passados. A NASA incorpora as lições aprendidas com a tragédia do Apollo 1 em seu planejamento para o Apollo 13, destacando a importância do aprendizado com a experiência em equipes de gerenciamento de projetos. 

Onde Assistir: Prime Video

| Amplie seu conhecimento: [E-BOOK] Guia completo para gestão de equipes

 

3. O Homem Que Mudou o Jogo 

#gestão de recursos 

filmes-para-gestao-de-projetos-o-preco-do-amanhã
Reprodução: Netflix

Baseado na história real de Billy Beane (interpretado por Brad Pitt), o gerente geral do time de beisebol Oakland Athletics, o filme nos conduz por uma jornada fascinante de inovação e estratégia na gestão de recursos. Em um ambiente altamente competitivo e limitado por recursos financeiros modestos, Billy Beane enfrenta um dilema comum a muitos gestores: como competir de igual para igual com times mais ricos?  

Este filme transcende o campo esportivo, proporcionando reflexões para gestores e líderes em qualquer setor. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Maximização dos recursos: o Oakland Athletics enfrenta restrições orçamentárias significativas em comparação com outros times da liga. Billy Beane precisa maximizar os recursos disponíveis para montar uma equipe competitiva. Essa lição ressalta a importância de encontrar maneiras criativas de obter o máximo de valor dos recursos disponíveis. 
  • Alinhamento com os objetivos do negócio: Beane se concentra em identificar as habilidades e características essenciais para o sucesso da equipe e contrata jogadores com base nessas competências. Isso destaca a importância de alinhar os recursos (neste caso, jogadores) com as necessidades específicas da organização. 
  • Foco no valor agregado: em vez de tentar substituir jogadores estrela perdidos, Beane concentra-se em montar uma equipe que funcione bem como um todo. Isso destaca a importância de se concentrar no valor agregado e na eficiência ao alocar recursos. 

Onde Assistir: Netflix

| Amplie seu conhecimento: [WEBINAR] Planejamento e definição de recursos

Webinar-Planejamento-de-Recursos

4. Steve Jobs 

#gestão de tarefas

filmes-para-gestao-de-projetos-steve-jobs
Reprodução: Seja Criativo

 

O filme “Steve Jobs” é uma biografia que explora a vida e a carreira de Steve Jobs, co-fundador da Apple Inc. Embora o filme se concentre principalmente na personalidade complexa de Jobs e nas inovações tecnológicas que ele trouxe ao mundo, ele também oferece boas lições sobre a gestão de tarefas e a abordagem de Jobs para a eficiência no trabalho. 

Ao longo do filme, vemos Jobs enfrentar desafios pessoais e profissionais, incluindo relações complicadas com colegas, amigos e sua filha. O filme oferece uma visão fascinante da mente criativa e determinada de Steve Jobs e mostra como sua abordagem à gestão de tarefas, inovação e liderança moldou o mundo da tecnologia e dos negócios. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Priorização e foco: Jobs era conhecido por sua capacidade de focar em um número limitado de tarefas ou projetos importantes de cada vez. Ele acreditava em priorizar o que era realmente essencial e dedicar tempo e energia a essas tarefas críticas para atingir metas específicas.  
  • Atenção aos detalhes: a atenção obsessiva de Jobs aos detalhes é evidente em todos os aspectos dos produtos da Apple, desde o design até a embalagem. Ele acreditava que a qualidade estava nos detalhes e em cada ação executada durante os processos. 
  • Iteração e aprendizado contínuo: Jobs estava disposto a aprender com os fracassos e não desistia facilmente, sempre buscando formas de melhorar as entregas. Isso destaca a importância de aprender com os erros e de buscar constantemente aperfeiçoamento nas tarefas e nos projetos. 

Onde Assistir: YouTube (Aluguel)

| Amplie seu conhecimento: [E-BOOK] Tudo o que você precisa saber para gerenciar tarefas 

 

5. O Diabo Veste Prada   

#cultura organizacional  

filmes-para-gestao-de-projetos-diabo-veste-prada
Reprodução: Na Telinha

“O Diabo Veste Prada” é uma comédia dramática que oferece um olhar fascinante dos bastidores da indústria da moda de alta costura em Nova York. 

A história gira em torno de Andrea (interpretada por Anne Hathaway), uma jovem recém-formada que aceita um emprego como assistente pessoal de Miranda Priestly (interpretada por Meryl Streep), a exigente editora-chefe da revista de moda fictícia “Runway”. A sinopse gira em torno dos desafios encontrados por Andrea em um ambiente de trabalho altamente competitivo e exigente, onde a pressão por resultados, conformidade com as expectativas de Miranda e os padrões de perfeição são constantes. 

Este filme oferece uma crítica sobre os desafios enfrentados pelos jovens profissionais ao ingressar no mercado de trabalho. Também destaca a importância da cultura organizacional, do equilíbrio entre trabalho e vida pessoal e das escolhas éticas na busca pelo sucesso profissional. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Conflitos interpessoais e falta de colaboração: o filme destaca os conflitos interpessoais frequentes entre os funcionários, exacerbados pela cultura competitiva da empresa. A falta de colaboração e o ambiente hostil mostram como isso pode prejudicar a produtividade e a coesão da equipe. 
  • Desafios éticos: uma cultura organizacional que coloca o lucro acima de valores éticos pode ser prejudicial para a reputação da empresa. 
  • Cultura organizacional além da empresa: “O Diabo Veste Prada” deixa claro que a cultura organizacional de uma empresa tem um impacto profundo na vida dos funcionários. Um ambiente de trabalho tóxico aumenta os desafios pessoais e profissionais. 

Onde Assistir: Star Plus

| Amplie seu conhecimento: [E-BOOK] Cultura organizacional e alta performance 

 

6. O Jogo da Imitação    

#competências do gestor 

filmes-para-gestao-de-projetos-jogo-da-imitação
Reprodução: Netflix

 

“O Jogo da Imitação” é um filme que narra a vida de Alan Turing (interpretado por Benedict Cumberbatch) durante a Segunda Guerra Mundial, um brilhante matemático e cientista da computação britânico.  

Este filme é uma narrativa poderosa que explora temas de genialidade, perseverança, ética, diversidade e a importância de reconhecer contribuições excepcionais, independentemente das diferenças pessoais. O filme oferece uma visão inspiradora da vida de Alan Turing e de sua influência significativa no campo da ciência da computação e na história geral da Segunda Guerra Mundial. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Liderança transformadora: Alan Turing é retratado como um líder transformador que tinha uma visão ousada e inovadora para resolver um problema complexo. Ele reuniu uma equipe de especialistas e os inspirou a trabalhar juntos para atingir um objetivo aparentemente impossível.  
  • Comunicação eficaz: à medida que a equipe trabalha para decifrar o código Enigma, Turing precisa garantir que todos compreendam suas instruções e a importância de seu trabalho. Isso ressalta a importância da comunicação eficaz na gestão de projetos. 
  • Adaptação às mudanças: Turing e sua equipe enfrentam desafios e contratempos ao longo do projeto. A capacidade de se adaptar a essas mudanças e ajustar as estratégias é fundamental para o sucesso.  
  • Desenvolvimento de talentos: Turing identifica o potencial de sua equipe e ajuda a desenvolver suas habilidades. Isso destaca como a inovação e o pensamento criativo podem ser essenciais para superar obstáculos e atingir metas. 

Onde Assistir: Netflix

| Amplie seu conhecimento: [WEBINAR] Competências de um bom gerente de projetos 

7. Estrelas além do tempo     

#inovação 

filmes-para-gestao-de-projetos-estrelas-alem-do-tempo
Reprodução: UFLA

 

“Estrelas Além do Tempo” é um filme baseado em eventos reais que narra a história das matemáticas afro-americanas da NASA que desempenharam um papel crucial nas missões espaciais dos Estados Unidos durante os anos 60. 

Essas mulheres notáveis enfrentaram desafios tecnológicos complexos com criatividade e técnicas de resolução de problemas. O filme ilustra como a inovação, a adaptação à mudança e a inclusão são fundamentais para superar obstáculos, contribuindo para avanços científicos e sociais significativos. 

Lições que o filme traz para a gestão de projetos 

  • Resolução de problemas: a capacidade de pensar de forma criativa e encontrar soluções inovadoras para problemas técnicos e organizacionais mostra como a inovação pode ser aplicada à resolução de problemas em projetos. 
  • Adoção de novas tecnologias: as matemáticas da NASA precisam se adaptar e aprender a usar novas tecnologias, como os primeiros computadores, para realizar cálculos complexos de forma mais eficiente. Isso destaca a importância de adotar novas tecnologias e ferramentas na gestão de projetos para aumentar a eficiência. 
  • Liderança inovadora: O filme também apresenta líderes que reconhecem o valor das habilidades das protagonistas e promovem a inovação em suas equipes. Isso ressalta como os líderes podem incentivar e facilitar a inovação na gestão de projetos. 

Onde Assistir: Disney Plus

| Amplie seu conhecimento: [WEBINAR] Tendência de gestão de projetos  

 

Gostou dessas indicações? Confira também a lista de livros essenciais para a gestão de projetos 

E, se você quiser mais conteúdos como este, não deixe de assinar o artianews, a seu newsletter mensal de gestão de projetos.  

Por lá, mantemos você atualizado sobre os tópicos e eventos mais relevantes do gerenciamento de projetos. Inscreva-se agora e fique sempre por dentro das últimas novidades e acontecimento desse universo! 

Roberto Gil Espinha
Com mais de 20 anos de experiência em projetos com especial ênfase em Finanças e TI, vários destes como executivo da Datasul, atual Totvs. Atualmente é sócio Diretor da Euax, e lidera a equipe que desenvolve e comercializa o Artia, uma ferramenta inovadora voltada para a Gestão de Projetos. Também atua como consultor em empresas na estruturação de seus processos e metodologias de gestão de projetos, infra de TI e na adoção de boas práticas de engenharia de software. Bacharel em Administração de Empresas, com especializaçõe em Gestão Empresarial pela FGV-RJ e em Engenharia de Software pela PUC-PR. Certificado PMP e PMI-ACP pelo PMI, ITIL Foundation pelo EXIM e CSM, CSP pela Scrum Alliance.