Projetos de inovação: aprenda a executar e gerenciar na sua empresa

projetos de inovação

Em um mundo globalizado, as empresas precisam cada vez mais se reinventar no mercado para se manterem competitivas. Para isso, as organizações podem inovar em diversas áreas a fim de se tornarem um diferencial. É possível fazer mudanças nos processos, na cultura da empresa, nos produtos, no marketing e em muitas outras áreas, e isso é feito através de projetos de inovação.

Os projetos de inovação são as iniciativas que executam essas mudanças e trazem novas perspectivas para o negócio. Nesse post, vamos te explicar mais detalhadamente o que são esses projetos e como você pode executá-los e gerenciá-los de forma prática. Acompanhe o texto completo ou busque no índice o tópico que você mais se interessa. Boa leitura!

O que são projetos de inovação?

Projetos de inovação assim como qualquer projeto, um esforço temporário em prol de um único objetivo. Porém, diferente dos demais, esse objetivo é a criação de um produto, serviçoprocesso ou campanha inovador, criativo e diferente do padrão com a finalidade de aumentar o desempenho de uma empresa no mercado e consequentemente seus lucros.

Os projetos de inovação existem quando a organização deseja aumentar sua competitividade, aproveitar tendências de mercado, expandir as operações e aumentar seus lucros indo por um caminho não tão óbvio. Eles tem um caráter disruptivo e por isso mesmo não são exatamente a definição de segurança.

Quando se faz um projeto de inovação se está assumindo um alto risco, no caso de a ideia não vingar. Por outro lado, se der certo, o investimento tem alto retorno justamente por trazer uma novidade para o mercado.

As ideias para os bons projetos de inovação geralmente surgem em organizações que valorizam a criatividade e as sugestões de todos. No entanto, para transformar uma ideia em uma inovação de sucesso é essencial ter uma boa gestão de projetos de inovação.

Quais as diferenças entre um projeto de inovação e um projeto comum?

Tanto um projeto comum quanto um de inovação podem ocorrer em qualquer área dentro da empresa e, no fim, ambos têm o mesmo objetivo: contribuir para aumentar os resultados da organização.

A diferença é que os projetos tradicionais buscam fazer isso de uma forma também tradicional e já sabendo qual será o resultadoJá os projetos de inovação trazem ideias criativas e “fora da caixa” a fim de se destacarem.

raiz dos projetos de inovação é procurar por formas diferentes de fazer a mesma coisa e trazer aspectos impensados para as diversas áreas dentro da empresa. As ideias imaginativas buscam se antecipar a possíveis cenários do mercado visando obter vantagem sobre os concorrentes, questionar preconceitos ou regras pré-estabelecidas e trazer um novo olhar.

A inovação, no geral, é sempre bem-vinda, mas é ainda mais importante no contexto de globalização e alta competitividade do mercado. As empresas que lançam bons projetos de inovação ao longo do tempo conseguem oferecer produtos e serviços mais alinhados com as necessidades dos consumidores e com maior qualidade. Esses projetos podem se traduzir em a empresa lançar novos produtos no mercado ou em uma campanha de marketing disruptiva, por exemplo.

Porém, a maior característica dos projetos de inovação é a imprevisibilidade, o fato de não haver certeza se a proposta vai dar muito certo ou muito errado. Justamente por isso, dizemos que um projeto desse tipo tem alto risco de investimento e também alto retorno do investimento.

Nesse sentido, os projetos de inovação acabam exigindo um planejamento mais cuidadoso do que o normal.

No próximo tópico vamos te explicar como aplicar o conceito de inovação na sua empresa, continue a leitura!

Por que é importante gerenciar a inovação?

Quando nos deparamos com situações arriscadas tendemos a planejar como tudo irá acontecer para ter algum controle e aumentar as chances de o acontecimento dar certo. Da mesma forma, um projeto de inovação é um risco e compromete a empresa inteira.

Nesse sentido, a gestão da inovação é um conjunto de práticas que busca criar uma cultura orientada a inovação dentro da empresa, para garantir que as melhores ideias tenham condições de serem desenvolvidas e tenham sucesso.

Portanto, a inovação é uma ação sistemática e planejada pela organização, que deve envolver todos os setores, processos e ferramentas do negócio.

Quer saber como gerenciar a inovação na sua empresa? Acompanhe a lista abaixo:

Como fazer a gestão dos projetos de inovação?

1) Defina uma estratégia

É necessário decidir qual a melhor maneira de se chegar a uma ideia inovadora. Lembra que falamos que a inovação só acontece em ambientes abertos a receptivos à criatividade? Pois então.

Nessa etapa é preciso pensar sobre o papel atual da inovação na sua empresa, qual a experiência que ela tem nessa área e qual o tipo de inovação que o negócio deve focar: nos processos, em produtos, serviços, marketing etc.

2) Tenha uma boa metodologia

A escolha da metodologia é algo decisivo para o sucesso dos projetos de inovação, pois é através dela que a execução dos projetos se organiza. Métodos ágeis são interessantes por darem conta da imprevisibilidade de projetos de alto risco. Um exemplo dessa metodologia é o Design Thinking.

3) Obtenha recursos

Para gerenciar uma cultura de inovação você irá precisar de diversos recursos. Recursos financeiros obviamente são essenciais para realizar os projetos inovadores, porém é essencial ter também pessoas capacitadas para gerenciar inovações e orientar a empresa com relação a isso. Além desses aspectos, ter ferramentas que ajudem na gestão da inovação facilita todo o processo.

4) Crie programas de inovação

Crie incentivos dentro da sua organização para que as ideias inovadoras possam “surgir”, pois é muito mais simples gerir ideias quando elas estão dentro de um programa focado em inovação.

5) Mensurar resultados

Medir o resultado das inovações dentro da empresa serve para dois propósitos. Primeiro, serve para efetivamente visualizar os resultados e analisar aquilo que deu certo, o que não deu, o que pode ser melhorado, enfim aquilo que se pode tirar de aprendizado. Mas, em segundo lugar, medir o desempenho da inovação mostra para os stakeholders a rentabilidade dos projetos e contribui para que essa cultura permaneça na organização.

6) Incentive uma cultura de inovação

Por fim, uma boa gestão da inovação perpassa o incentivo do pensamento inovador na cultura da organização. Essa é uma mudança mais difícil de quantificar, pois se trata de mudanças de atitudes e posicionamentos por parte dos gestores e sócios da empresa.

Essa mudança está presente na adoção de práticas inovadoras dentro de cada setor, no acolhimento de ideias criativas e nos valores, visão e missão da empresa.

Percebeu como a gestão da inovação é importante para que os projetos inovadores possam surgir e terem êxito? Depois de garantir uma gestão eficiente, vamos te contar tudo que você precisa fazer para executar um projeto de inovação com sucesso. Confira o passo a passo!

Como executar projetos de inovação?

1) Escopo do projeto

Assim como qualquer projeto, os projetos de inovação precisam ter um escopo inicial para organizar cada etapa da execução. No entanto, o fato de esses tipos de projetos serem de alto risco e com alto grau de imprevisibilidade geralmente dificulta a definição do escopo.

Por isso, é interessante reunir todas as informações possíveis nesse primeiro a fim de colocar no planejamento aquilo que já se tem certeza, e a partir disso ter um norte para seguir com o projeto.

2) Proposta do projeto

Depois de feita a pesquisa com as informações para compor o escopo do projeto, é necessário fazer a proposta do projeto, que reúne as informações mais relevantes sobre o projeto para apresentar às partes interessadas. A ideia é analisar a viabilidade do projeto. Algumas das informações essenciais são:

  • Alcance das metas e dos objetivos traçados na estratégia organizacional para a inovação;
  • Retorno financeiro;
  • Possibilidade de novas plataformas de produtos/serviços;
  • Melhoria da performance da organização;
  • Alcance de novos mercados;
  • Evolução tecnológica;
  • Apelo social e ambiental;
  • Possibilidades de fundos de financiamento para o desenvolvimento do projeto de inovação.

3) Planejamento do projeto

Depois de ter a aprovação da proposta e do escopo, é o momento de planejar de fato como vai ser a execução do projeto. Aqui você precisa tudo o que precisa ser feito todas as etapas, tarefas e entregas e colocar prazos.

Como se trata de um projeto de inovação, existe um espaço de incertezas quanto a execução, por isso é comum que se escolha o modelo de planejamento em ondas sucessivas (Rolling Wave), que propõe o planejamento das próximas ações conforme o andamento do projeto, em uma série de pequenas ondas de planejamento.

4) Desenvolver o projeto

O próximo passo é colocar em prática tudo o que foi definido no planejamento, ou seja, executar todas as etapas. Nesse momento o que faz a diferença é ter controle sobre todas as tarefas e responsabilidades de cada equipe ou setor. Algo que contribui nessa etapa é uma ferramenta de gestão de tarefas e projetos, com ela você consegue visualizar todas as atividades, os responsáveis e o andamento do projeto.

5) Avaliação de desempenho


Conforme o projeto for se consolidando, você irá precisar medir com alguma frequência o desempenho do projeto e fazer avaliações para garantir que os gastos estão dentro do esperado, prever adversidades e facilitar o reparo de situações que fugiram do controle.

Gerenciar e executar projetos de inovação não é uma tarefa fácil. Então para ajudar nesse processo você pode fazer uso de diversas ferramentas como o Canvas dProjeto, e um software de gestão de projetos. Sobre esse último vamos falar mais um pouquinho no próximo tópico!

Como um software de gestão de projetos ajuda na inovação?

Uma ferramenta de gestão de tarefas irá ajudar em todas as etapas da execução dos projetos de inovação.

Uma ótima opção é o Artia, com ele você consegue planejar a execução e acompanhar o andamento do projeto. Monitorar atividades, apontamento de horas, entregas e responsáveis são alguns dos benefícios que facilitam a vida de um gestor de inovação.

Como já dissemos, os projetos de inovação são projetos de alto risco, e por isso precisam ter o acompanhamento adequado. Pensando nisso, nós preparamos um webinar sobre gerenciamento de riscos em projetos, para te ajudar a prevenir os imprevistos que podem atrapalhar a conclusão dos seus projetos. Não deixe de conferir!

Como prevenir riscos em projetos