Recursos humanos do projeto: qual a importância de gerenciá-los?

O sucesso de qualquer projeto está diretamente relacionado à capacitação e motivação das pessoas que estão envolvidas nas suas atividades. Por isso, o gerenciamento dos recursos humanos do projeto é imprescindível para atingir os resultados técnicos e de qualidade desejados.

Gerenciar os recursos humanos de uma proposta significa identificar e documentar os papéis, habilidades exigidas, responsabilidades, relações hierárquicas e, consequentemente, desenvolver um plano de gerenciamento de pessoal.

Essa tarefa é composta por processos que visam organizar e gerenciar a equipe responsável pelo projeto. Por sua vez, a equipe é integrada por pessoas designadas a cumprir uma função específica para que a proposta seja viável. A qualificação e a quantidade de membros podem ser alteradas durante a execução do projeto.

O ideal é que os integrantes da equipe participem da proposta desde o início. Dessa forma, eles podem agregar conhecimentos, além de fortalecerem o seu compromisso com o plano a ser desenvolvido. Confira abaixo, os motivos para gerenciar os recursos humanos do seu projeto e como fazer isso corretamente!

Qual a importância de gerenciar os recursos humanos do projeto?

O planejamento dos recursos humanos é importante para determinar e reconhecer quais são as habilidades necessárias para que o seu projeto seja bem-sucedido. Basicamente, pode-se dizer que essa medida é imprescindível para formar a equipe da atividade a ser cumprida, de maneira a melhorar as competências e a interação por parte dos seus membros, o que é essencial para atingir os resultados esperados.

Ao gerenciar a equipe do projeto e observar o desempenho de cada participante, o gerente da tarefa tem mais controle sobre os processos em desenvolvimento. Assim, é possível dar feedbacks, identificar e solucionar eventuais problemas, além de implantar mudanças a fim de otimizar o projeto como um todo e valorizar os seus colaboradores.

Como planejar o emprego dos recursos humanos no projeto?

Antes de qualquer coisa, o primeiro passo é saber quais serão as atividades executadas no seu projeto, o que pode ser feito por meio da leitura do escopo. A partir daí, você pode obter as informações necessárias para montar o planejamento do uso dos recursos humanos disponíveis para empresa para alavancar a sua proposta.

Para planejar o emprego dos recursos humanos, comece identificando e documentando quais são as funções, as responsabilidades, as habilidades exigidas e as relações hierárquicas do projeto. Feito isso, inicie o plano de gerenciamento de RH, registrando oficialmente as etapas da proposta, cada tarefa a ser realizada, a quantidade e tipo de colaboradores necessários.

As táticas aplicadas nesse processo incluem organogramas e descrições de cargos, rede de relacionamentos e Teoria Organizacional.

Quais são os processos no gerenciamento da equipe?

Agora que você já planejou como vai utilizar os recursos humanos para o seu projeto, é o momento de tomar as decisões práticas para gerenciar a sua equipe, tais como:

Mobilizar a equipe do projeto

Esse processo consiste em obter os recursos humanos que o projeto exige para ser colocado em prática. Primeiramente, o gerente do projeto tem que negociar e influenciar as pessoas que tenham condições de disponibilizar os colaboradores adequados para a realização das atividades projetadas.

Se a organização não contar com os funcionários qualificados para as funções a serem exercidas, a primeira medida é contratar essa mão de obra. No entanto, se houver restrições financeiras ou designações para outras atividades, pode-se usar recursos alternativos, com menos habilidades — desde que isso não comprometa o resultado do projeto, nem esteja infringindo requisitos obrigatórios, regulatórios, jurídicos, ou demais critérios específicos.

Nessa etapa, as ferramentas utilizadas são a avaliação de habilidades interpessoais, treinamento, atividades de construção de equipe, regras básicas, agrupamento, reconhecimento e recompensas.

Desenvolver a equipe do projeto

O segundo passo se baseia em melhorar as competências e a interação entre os integrantes da equipe, a fim de aperfeiçoar o desempenho final do projeto. Ao aprimorar as habilidades já existentes, você está aumentando a capacidade dos membros de conclusão e entregas do projeto, o que contribui para economizar financeiramente, diminuir os cronogramas e elevar a qualidade no geral.

Além disso, ao treinar a sua equipe e deixá-la bem entrosada, você também aumenta o sentimento de confiança dos participantes, ajuda na motivação, reduz problemas e conflitos, e melhora os resultados.

Os pilares dessa fase são:

  • criar uma cultura do grupo dinâmico e harmônico, que seja capaz de incentivar o espírito de colaboração e ampliar a produtividade individual;
  • preparar o treinamento e estimular a mentoria entre os próprios integrantes da equipe, de maneira que compartilhem os seus conhecimentos e experiências.

As ferramentas desse processo compreendem a pré-designação, negociação, contratação, e formação de equipes virtuais.

Gerenciar a equipe do projeto

A última etapa da gestão de equipe se dá a partir do acompanhamento do desempenho do grupo, fornecimento de feedbacks, resolução de problemas e na coordenação de mudanças para otimizar os resultados do projeto.

Administrar a equipe exige uma combinação de competências, com foco na comunicação, gerenciamento de conflitos, negociação e liderança. É essencial que os gerentes de projetos determinem atividades desafiadoras para os membros do grupo e reconheçam o bom desempenho.

gerenciamento de projetos funciona como um subconjunto da equipe do projeto, tendo como responsabilidade administrar as atividades da proposta principal e liderança, como a iniciação, planejamento, aplicação, acompanhamento, controle e a finalização das etapas.

Os procedimentos desta etapa envolvem habilidades interpessoais, treinamento, atividades de construção de equipe, regras básicas, agrupamento, reconhecimento e recompensa.

Processos no gerenciamento dos recursos humanos do projeto

Para gerenciar e liderar a equipe do projeto é preciso colocar dois processos em prática: influenciar a equipe do projeto e estabelecer um comportamento profissional ético. Para exercer influência sobre a equipe do projeto há de ter conhecimento e conduzir, quando necessário, os fatores de recursos humanos que possam gerar impactos para o plano.

Isso engloba o ambiente proporcionado pela empresa, localização geográfica dos participantes da equipe, relação e comunicação entre os lados interessados, questões que envolvem políticas internas e externas, aspectos culturais, particularidade organizacional e características pessoais que podem modificar o desempenho final do projeto.

Com relação à conduta profissional e ética, a equipe de gerenciamento de projeto tem que estar inteirada, se comprometer e assegurar que todos os membros da iniciativa apresentem um comportamento correto e ético.

A aplicação adequada do gerenciamento dos recursos humanos do projeto é primordial para construir uma equipe qualificada e, consequentemente, capaz de alcançar os resultados esperados em cada atividade da sua proposta.

Quer otimizar a gestão de projetos da sua empresa? Conheça as vantagens de conectar um software de gestão de projetos com um ERP!

Elimine a ociosidade incentivando a equipe com Gamification

Webinar com dicas para engajar a equipe e mante-la focada nos resultados esperados com Gamification

Ao marcar essa opção, você está de acordo com nossa política de privacidade.

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM.

O conceito de Gamification e por que 40% das 1000 empresas mais bem-sucedidas do mundo usam essa estratégia. Exploraremos algumas estratégias e como aplica-las no dia-a-dia da sua empresa e também cases de marcas que estão fazendo história!